blog

Ponto de Aumento

Ponto de Aumento – ponto colocado ao lado direito da nota que serve para aumentar a duração da nota em mais a metade do seu valor. E aí, você conhece alguma outra definição de ponto de aumento? Está satisfeito com essa? Nesse post, a gente vai entender um pouco melhor essa questão do ponto de aumento. Embora seja um assunto muito comum e de conhecimento de todos os músicos e estudantes de música, o objetivo em abordar esse assunto é mostrar como determinadas conceituações, embora corretas, não nos ajudam muito a entender o real contexto em que certas coisas foram criadas e até que ponto são capazes de refletir uma determinada prática musical. Quando a notação musical foi desenvolvida, basicamente, ela tinha dois desafios: criar um sistema que pudesse representar a altura das notas e também uma simbologia que definisse a duração dessas notas. Em relação às alturas, criou-se o sistema de linhas paralelas, chamado de pauta ou pentagrama, onde, de acordo com a posição da nota e de uma tessitura especifica, delimitada pela clave, foi possível se estabelecer as alturas das notas musicais. Já em relação as durações, a grafia musical criou uma simbologia própria, com diferentes desenhos que cada nota poderia assumir, e que mantinham uma relação proporcional de tempos em relação a pulsação básica da música.

Esses símbolos foram chamados de figuras de valor ou figuras rítmicas. Por se tratar de uma relação matemática, já que estamos falando de tempos, de durações, a grafia musical estabeleceu uma relação proporcional entre estes símbolos, onde – há sempre uma figura que representa o pulso básico da música, por sua vez, uma figura que representa o dobro, ou duas vezes esse pulso, e seguindo essa relação proporcional, uma figura que representa quatro vezes o pulso da musica. E dai para frente todos os seus múltiplos. Ou seja, temos uma figura que representa o 1, o 2 e o 4. Falta uma coisa nessa relação. É isso mesmo! Nesse sistema proporcional de figuras, não existe a figura que representa a terceira parte, ou 3 vezes o pulso.

Se a grafia musical fosse desenvolver uma outra figura que representasse esse valor, essa relação de proporcionalidade ficaria comprometida. Ou seja, o ponto de aumento foi o recurso encontrado pela notação musical para representar o TRÊS na música!! Então, sempre que você estiver lendo uma partitura e aparecer uma figura pontuada, ali existe uma relação ternária, seja ela uma relação ternária inteira ou dentro de alguma subdivisão.

Para assistir ao vídeo completo sobre esse assunto, acesse:

Até a próxima!

mais notícias